Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 Cidade » IBGE


Localização: São José do Rio Pardo localiza-se a Leste do Estado de São Paulo, na encosta ocidental da Serra da Mantiqueira, na Média Mogiana, na zona fisiográfica denominada Cristalina do Norte. Encontra-se nas seguintes coordenadas: latitude sul: 21º 35’ 00’’ e longitude W. Gr (Oeste): 46º 56’00’’.

Área: 419 km2

Delimitações: Faz limites com as cidades de Tapiratiba e Mococa ao Norte. Caconde e Divinolândia a Leste. São Sebastião da Grama, Itobi e Casa Branca ao Sul. A Usina Limoeiro separa São José de Mococa; o Rio Guaxupé, de Tapiratiba. O Rio Pardo, de Caconde e o Rio Verde, de Casa Branca. Em extensão, em relação às cidades limítrofes, S. José ocupa o 2º lugar, superada pela cidade de Mococa.

Relevo: as altitudes do município são modestas, indo de 540 a 1.140 metros acima do nível do mar. “As maiores altitudes encontram-se na porção oeste do município (com altitude máxima de 1.166 metros) e diminuem sensivelmente para leste, onde atingem valores próximos a 540 metros de altitude. Também ao norte, há áreas com elevada altitude alcançando cerca de 880 metros. Observa-se que entre estas duas áreas mais elevadas, a oeste e ao norte, ocorre uma área rebaixada que corresponde ao eixo de drenagem do Rio Pardo. Tais rochas caracterizam-se por uma grande variedade de tipos litológicos (gnaisses diversos, migmatitos, charnoquitos, kinzigitos, e subordinadamente quartzitos, cálcio-silicáticas e mármores). Estas rochas recebem o nome genérico de granulitos, muito ricos em ferro, magnésio e cálcio. A complexa história geológica a que a região de São José do Rio Pardo foi submetida tem reflexos até os dias atuais, pois os tremores esporadicamente sentidos pela população são movimentações ao longo de tais cicatrizes, as quais constituem zonas de fraquezas favoráveis à movimentação”.

O ponto mais elevado do município está na serra Bela Vista, na fazenda do mesmo nome, nas vizinhanças de Divinolândia, com 1.290m. A altitude oficial é de 676m acima do nível do mar.

Clima: é saudável, sendo classificado como Tropical Úmido. Apresenta invernos secos e verões chuvosos. As temperaturas são médias, variando entre 20 e 25 graus C, embora sejam verificadas temperaturas de 6º a 30º C. O índice pluviométrico é calculado entre 1.100 e 1.200 milímetros anuais. Os ventos predominantes atuam de Sudeste a Noroeste.

Hidrografia: “O Município de São José do Rio Pardo é banhado pela bacia hidrográfica do Rio Pardo..(...) O Rio Pardo atravessa o município no sentido leste-oeste, apresentando orientação geral nordeste, estando seus maiores afluentes orientados segundo a direção noroeste. Sua bacia apresenta-se bastante assimétrica, caracterizada por extensos afluentes na margem esquerda em detrimento de sua margem direita, onde os afluentes são mais curtos”.(trecho transcrito do trabalho Atlas Digital, organizado e produzido por professores da F.F.C.L. de São José do Rio Pardo).
O município é banhado pelo Rio Pardo, num total de 42 km, tendo como afluentes os rios do Peixe, Fartura, Verde e Guaxupé. Seu grande volume de água permitiu a construção de duas usinas hidrelétricas: a Euclides da Cunha e Armando de Salles Oliveira (Limoeiro). Forma em nosso município, belíssimas ilhas, cachoeiras e cascatas.

O Rio Pardo nasce de pequena mina, com 35cm de largura, a uma altura de 1.350 m, numa grota, na Serra do Cervo, nos contrafortes da Serra da Mantiqueira, no município de Ipuiúna (MG). Percorre 573 km, desaguando no Rio Grande, divisa de Minas Gerais, nas proximidades de Barretos, com 300m de largura. Ele banha 10 cidades mineiras e 38 paulistas.

Num belo artigo, em folhas soltas e sem nome do autor que viajou de barco de Ipuiúna ao Rio Grande, ele declara: “O Pardo recebe esgotos de 51 cidades, mas, como um milagre, chega limpo e vivo à sua foz, no Rio Grande”.

Em nossa região, temos a Hidroelétrica de Graminha, em Caconde, e as Hidroelétricas Euclides da Cunha e Armando de Salles Oliveira (Limoeiro), em São José do Rio Pardo.

O viajante exclama no final do trajeto: “Saímos de Minas a 1.380m de altitude e estamos chegando outra vez em Minas a 425m de altitude. Em 537 quilômetros, cortando uma das regiões mais ricas do país e recebendo a poluição doméstica e industrial de uma população de mais de 1 milhão de habitantes, o Rio Pardo desce 925 metros para ainda chegar vivo aqui. E como faz a cada instante, há 35 milhões de anos, a mininha de Ipuiúna, de apenas 35 centímetros de largura, se abre a 300 metros. E mais uma vez vai ser Grande, vai ser Paraná, vai ser mar”.

Municípios atingidos pela Bacia do Rio Pardo: Guaíra, Barretos, São Joaquim da Barra, Colina, Jaborandi, Orlândia, Morro Agudo, Sales Oliveira, Terra Roxa, Viradouro, Bebedouro, Pitangueiras, Jaboticabal, Guariba, Matão, Rincão, Descalvado, Piraçununga, Pontal, Sertãozinho, Ribeirão Preto, Barrânia, Cravinhos, Serra Azul, São Simão, Santa Rosa do Viterbo, Santa Rita do Passa Quatro, Casa Branca, Santa Cruz das Palmeiras, Porto Ferreira, Pinhal, Andradas, Parreiras, São João da Boa Vista, Águas da Prata, Vargem Grande, Poços de Caldas, Serrana, Jardinópolis, Brodosqui, Cajuru, Mococa, Caconde, Monte Azul Paulista, Guaxupé, São José do Rio Pardo, Ouro Fino, Mogi-Mirim, Itapira, Socorro, Conchal, Tapiratiba, Bonfim Paulista, Dumont, Pradópolis, Guatapará, Américo Brasiliense e Ibitiúra.

Minérios: a única riqueza natural é a argila. A areia lavada para construção é, ainda, bem encontrada no Rio Pardo.

Agricultura: a área rural é de 40.700 ha, acomodando 995 propriedades rurais. A cebola superou o café, sendo, hoje, a maior fonte de renda do município, apesar das constantes crises. Aproximadamente, 250 propriedades cultivam cebola, ocupando uma área de 3.100 há. 240 produtores, com cinco meeiros cada um, ocupam-se desse trabalho. A produção média é de 22.000 kg/ha. O leite é outra fonte de renda, com produção mensal de 2 milhões de litros, sendo 70 % do tipo B. Cereais e hortaliças (cenoura, tomate, alho, feijão, milho, etc) também enriquecem o município.

População: De acordo com informações do IBGE 2007, a população de São José do Rio Pardo é de 51.023.

Distância da capital: 217 km em linha reta.

Por rodovia, São José fica a 260 km de São Paulo, com estrada asfaltada e 90 por cento do trajeto em duas pistas.

Acessos rodoviários - De São José do Rio Pardo a Casa Branca, Rodovia Deputado Eduardo Vicente Nasser; de Casa Branca a Campinas, Rodovia Adhemar Pereira de Barros e de Campinas a São Paulo, via Anhanguera, com alternativa pela rodovia Bandeirantes.


Portal Rio Pardo | Cidade